O Eterno Irreverente

15.66

MANUEL MARIA DE BARBOSA DU BOCAGE (Setembro de 2006)

Um livro polémico, provocador e atrevido escrito por um dos maiores vultos da poesia portuguesa.
“…se as poesias de Horácio são os seus únicos versos sem espírito, pelo contrário as de Bocage bastariam de per si a dar-lhe o nome e crédito.”
Sirva esta razão de salvo-conduto com que granjeemos obter vénia perante os ânimos sensatos e despreocupados…

Descrição

Um livro polémico, provocador e atrevido escrito por um dos maiores vultos da poesia portuguesa.
“…se as poesias de Horácio são os seus únicos versos sem espírito, pelo contrário as de Bocage bastariam de per si a dar-lhe o nome e crédito.”
Sirva esta razão de salvo-conduto com que granjeemos obter vénia perante os ânimos sensatos e despreocupados.
Quanto aqueles, para quem é mais alto escândalo escrever um beijo do que tomar cento; – esses têm em si mesmos contra o veneno do livro um preservativo tão fácil quanto infalível: – não o comprem, não o leiam, e ficaremos em boa paz.

ISBN: 989-95063-9-7
Dim: 15,00 cm x 22,00 cm

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Eterno Irreverente”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *