O Presente E O Futuro De Portugal

11.23

AUGUSTO FUSCHINI (Outubro de 2005)

Companheiro de Eça de Queiroz, de Ramalho Ortigão e de Antero de Quental em diversas batalhas cívicas e intelectuais, Augusto Fuschini foi um dos Conferencistas do Casino que em 1871 viu proibida a sua palestra por decisão governamental.
Com certeiras e acutilantes pinceladas, Fuschini, escrevendo em 1899, retrata os caracteres principais da sociedade portuguesa do seu tempo – que representam afinal, ainda hoje, as debilidades e os vícios da portugalidade.

Categoria:

Descrição

Companheiro de Eça de Queiroz, de Ramalho Ortigão e de Antero de Quental em diversas batalhas cívicas e intelectuais, Augusto Fuschini foi um dos Conferencistas do Casino que em 1871 viu proibida a sua palestra por decisão governamental.
Com certeiras e acutilantes pinceladas, Fuschini, escrevendo em 1899, retrata os caracteres principais da sociedade portuguesa do seu tempo – que representam afinal, ainda hoje, as debilidades e os vícios da portugalidade.

O que mais impressiona neste luminoso fresco do final do nosso século XIX é, com efeito, a sua espantosa – e deveras preocupante – actualidade: a imoralidade dos governantes, sempre escudada na impunidade; a resignação fatalista e a subserviência medrosa dos governados; a falta de verdadeiros estadistas, assim como o cinismo e a inépcia dos poderes públicos; a inveja e o egoísmo; a repugnância pelo trabalho, mas também a profunda indiferença pelo pensamento e pela discussão crítica.

SBN: 972-99757-1-X
Dim: 13,50 cm x 21,00 cm

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Presente E O Futuro De Portugal”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *