Laços De Sangue

20.75

JOSÉ SACCHETTA RAMOS MENDES (Julho de 2010)

Privilégios e intolerância marcaram a imigração e a presença dos portugueses no Brasil. Este trabalho assinala o paradoxo político-jurídico que distinguiu os portugueses, desde o processo de emancipação frente a Portugal, tomado o ano de 1822 como ponto de ruptura, até ao fim do Estado Novo em 1945. A baliza de tempo abrange o Império e as primeiras décadas republicanas. Nesses 123 anos, as principais atitudes relativas aos imigrantes portugueses foram o favorecimento e a lusofobia.

Descrição

JOSÉ SACCHETTA RAMOS MENDES (Julho de 2010)

“Privilégios e intolerância marcaram a imigração e a presença dos portugueses no Brasil. Este trabalho assinala o paradoxo político-jurídico que distinguiu os portugueses, desde o processo de emancipação frente a Portugal, tomado o ano de 1822 como ponto de ruptura, até ao fim do Estado Novo em 1945. A baliza de tempo abrange o Império e as primeiras décadas republicanas. Nesses 123 anos, as principais atitudes relativas aos imigrantes portugueses foram o favorecimento e a lusofobia.”

ISBN: 978-989-8070-55-5
Dim: 17,00 cm x 24,00 cm
Pag: 378pp

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Laços De Sangue”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *