Paraquedistas em Combate 1961-1975

16.98

Autores
Nuno Mira Vaz

Data De Publicação: Outubro de 2019

Categorias: ,

Descrição

Há na verdade, no comportamento das Tropas Pára-Quedistas em África, uma inequívoca linha de continuidade, feita de profissionalismo e de prontidão.
Um profissionalismo garantido por Quadros Permanentes com elevada aptidão psicofísica, experiência operacional e determinação no cumprimento da missão; e uma prontidão reconhecida pela generalidade dos responsáveis políticos e militares, que determinou terem estado os Boinas Verdes entre os primeiros militares a marchar para Angola em Março de 1961 e entre os últimos a deixar os territórios africanos em 1975, podendo ainda lembrar-se que, quando a situação se degradou perigosamente em Timor, foram eles que ali se mantiveram disponíveis para correr riscos, constituindo por um período de tempo apreciável, apesar de reduzidos a escassas dezenas, o único segmento militar com capacidade operacional naquele longínquo território. Do primeiro ao último dia das Guerras de África, os pára-quedistas foram uma garantia de fiabilidade. E por isso lhes couberam algumas das acções mais espinhosas, dos assaltos mais duros e das nomadizações mais prolongadas.

ISBN: 978-989-546107-2-8
Dim: 160mm x 235mm
Pag: 362

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Paraquedistas em Combate 1961-1975”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *